Tem por objetivo essencial ajudar os casais a caminhar para a santidade do sacramento do matrimônio. Nem mais, nem menos.

Por que Equipe de Nossa Senhora?

Nosso movimento é colocado sob a proteção de Maria, porque ela conduz a Cristo, que é o centro da vida espiritual dos equipistas. Maria é para eles, pela sua submissão à vontade de Deus, um exemplo perfeito da docilidade do Espirito Santo.

A Equipe participa da vida de oração da Igreja. Temos equipes em todo o mundo.

França – Paris: As ENS tiveram inicio na França, em 25/02/1939, pelo Pe. Henri Caffaril e quatro casais.

Brasil – São Paulo: Em 19/05/1950, data da fundação da primeira equipe pelo casal Nancy e Pedro Moncau com cinco casais.

Paraná – Londrina: Em 29/06/1968, na Paróquia N. Sra. Rainha dos Apóstolos, a primeira equipe com Doroty e Wanderley Cernach e Pe. Clemente Herman. Doroty e Wanderley continuam atuando nesta equipe 1ª.

Em 24/06/1988, nasce a equipe 3ª N. Sra. das Graças, tendo como casal piloto Jacy e José Hélio Costa.

Primeiro Conselheiro Espiritual Pe. Milton Bin, OSJ e os casais: Olinda e Miguel barros, Neuza e José Manoel Garrote, Ana Francisca e Elbinejer melo, Aparecida e Denis Crosciato, Nadir e Antônio Salvalágio.

Na história do movimento no Brasil até aquela data, foi a única equipe formada com todos os casais da mesma paróquia, Nossa Senhora do Carmo, da Congregação dos Oblatos de São José.

Continuam atuando três casais iniciantes, e contamos com mais dois novos casais: Olinda e Miguel barros, Neuza e José Manoel Garrote, Ana Francisca e Elbinejer Melo, Tânia e Jurandir Costa e Maria do Socorro e Edivanil bueno.

Somos acompanhados pelo sacerdote conselheiro espiritual Pe. Carlos Galfetti, da Paróquia N. Sra. Aparecida, do J. Silvino de Cambé.

Os casais cristãos, unidos pelo sacramento do matrimônio, são chamados a seguir o Cristo no caminho do amor, da felicidade e da santidade. As Equipes de Nossa Senhora, dom do Espírito Santo, são oferecidas aos casais do mundo inteiro para ajuda-los.

Equipe de Nossa Senhora das graças 3ª – Setor A.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *